sábado, 21 de janeiro de 2017

Feira de Artes consolida o primeiro dia de festival

 Para consolidar o primeiro dia do Festival de Arte e Cultura de Reriutaba, organizado pelo IDESE – à noite, na Praça Coronel Raimundo Rodrigues, aconteceu a Feirinha de Artes.
Artistas de vários seguimentos  preencheram o “atelier” em que foi transformada a rua destinada a esse evento com seus artesanatos, quadros, telas, pinturas, livros e cordéis. Orgulhosos de suas obras, os artistas dedicaram todo o tempo necessário ao público presente, mostrando seu trabalho e explicando tudo sobre o que perguntavam a respeito de suas obras.
Além de artes, havia também dois pula-pula e pinturas para a criançada se divertir enquanto os pais apreciavam o evento.
Muitas pessoas que passavam pelo recinto elogiavam a iniciativa e se mostravam até mesmo surpresas com a quantidade de artistas que Reriutaba possui.

Hoje à noite, o Festival continua. E, além da Feirinha, haverá apresentações musicais de artistas anônimos de nossa terra.

Por: João Rodrigues














Cultura em pauta






O Festival Reriutabense de Arte e Cultura, organizado pelo IDESE - Reriutaba, começou debaixo de chuva ontem (20/01). A palestra, marcada para as 9:00h só teve início às 9:45h, mas isso não foi nem um pouco ruim, afinal, estávamos mesmo precisando de chuva. Alguns convidados, no entanto, faltaram.
O tema "Os desafios da Cultura em nosso município", ao entrar em pauta, tornou-se um tema universal. Os palestrantes Professor Erasmo, de Varjota, o Professor Luiz Ademar, do município de Santa Quitéria e o Professor João Rodrigues e Clerton Furtado, de Reriutaba, tinham praticamente a mesma opinião a respeito do tema abordado.
E, de fato, ao que parece, espaço para a cultura não é tão fácil assim! O público presente também reconheceu os desafios abordados, mas nem por isso pode-se deixar a cultura se arrastar.
Durante um debate e outro, algumas poesias foram declamadas, entre elas uma que se referia ao inverno - momento oportuno - "A máquina digital", do Poeta Luiz Ademar, e "O que é Cultura", do Poeta João Rodrigues.
Algumas ideias foram propostas, e o grupo ficou de dar continuidade ao trabalhado iniciado.

Por: João Rodrigues

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Festival Reriutabense de Arte e Cultura




Nos dias 20 e 21 de janeiro acontecerá, em Reriutaba, o Festival Reriutabense de Arte e Cultura, organizado pelo Instituto de Desenvolvimento Sócio e Econômico - IDESE.
Na sexta-feira pela manhã, dia 20, haverá uma palestra na Escola Alfredo Silvano, intitulada "Os desafios da cultura em nosso município" -  que terá início às 9 horas da manhã e contará com a presença do membro da Academia Cearense de Letras, poeta e professor Luiz Ademar, de Santa Quitéria, do professor e escritor Erasmo Portavoz, de Varjota, além do professor e poeta João Rodrigues, entre outros.
O intuito é debater sobre as dificuldades que a Cultura, de uma forma em geral, enfrenta para se desenvolver em nosso município e o que deve ser feito para que ela se desenvolva.
Na ocasião, além do tema apresentado, também haverá declamação de poesia.

Ainda na sexta à noite haverá uma feirinha (exposição) de artes na Praça da Matriz. E no sábado à noite haverá diversas apresentações com artistas reriutabenses.


João Rodrigues

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Um Cordel escrito por quem entende



Hoje, me chegou pelo Correio uma grata surpresa: cinco exemplares de um Cordel Coletivo intitulado “O que é Cordel – Cordelistas com a palavra”.
Este cordel foi escrito, em forma de galope, por 16 poetas – e eu sou um deles. A obra surgiu quando o poeta e cordelista Marco Haurélio deu o pontapé inicial, em sua página no Facebook, ao escrever uma estrofe de dez versos e onze sílabas sobre o que é cordel.
A estrofe foi vista pelo acadêmico da Academia Brasileira de Literatura de Cordel ZeWalter, que mora em Brumado - na velha e boa Bahia. ZeWalter, que é irmão de Moraes Moreira, sugeriu que dessem continuidade e formassem um folheto. Vários poetas participaram, e ficaram as 16 que compuseram o folheto “O que é Cordel – Cordelistas com a palavra”.
Dentre os autores estão renomados poetas cordelistas brasileiros, tais como: Moreira de Acopiara, Dideus Sales, Rouxinol de Rinaré, Marco Haurélio, Arievaldo Viana, José Walter (ZeWalter), Moraes Moreira, o presidente da Academia Brasileira de Literatura de Cordel Gonçalo Ferreira, entre outros.

Afinal, Cordel é cultura!

Eis a minha estrofe, logo ao lado de Moraes Moreira!

Por: João Rodrigues

sábado, 14 de janeiro de 2017

AILCA celebra 10 anos de existência


A Academia Ipuense de Letras, Ciências e Artes - AILCA - celebrou ontem (13.01) 10 anos de existência, com direito a música ao vivo, lançamentos de livros, discursos e declamação de poesias.
A festa, que teve início por volta das 21 horas, aconteceu no auditório da Bioextratus, no Centro de Ipu, teve como estrela principal o respeitadíssimo médico ipuense e Presidente de Honra da Academia, Dr. Thomaz de Araújo Corrêa, que tem 93 anos de idade e 67 de profissão, que foi homenageado pela Academia.
Durante o evento, quatro livros foram lançados: Iraceminha – nas versões português / alemão – do acadêmico e Professor Sebastião Valdemir Mourão; o livro de poesias Entrelinhas, da acadêmica Lourdes Mouzart; A poetisa nua, de Itanira Soares; e a Revista Acadêmica VII, uma coletânea de contos, crônicas, poemas e artigos de vários autores.
Nesta coletânea, o reriutabense João Rodrigues Ferreira, que faz parte da Academia Ipuense como Acadêmico Correspondente, tem uma crônica publicada, intitulada Minha infância.
A Academia de letras de Ciências, Letras e Artes de Ipu tem como Presidente a Acadêmica Maria Natália Viana Soares Lopes.

Por: João Rodrigues

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e terno

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé e terno

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé e terno

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sentadas e área interna

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado, tabela, sala de estar e área interna

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas e área interna

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e área interna

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sentadas e área interna

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sentadas e área interna

A imagem pode conter: 1 pessoa, área interna

Nenhum texto alternativo automático disponível.

A imagem pode conter: 1 pessoa, terno e área interna

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé, sapatos, terno e área interna

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e área interna

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Casa Ronald McDonald-RJ inicia vendas de tíquetes para o McDia Feliz





A Casa Ronald McDonald do Rio de Janeiro inicia em junho as vendas dos tíquetes do McDia Feliz, que neste ano será realizado no dia 27 de agosto (sábado). Para quem já quiser garantir a participação na maior campanha do país que beneficia projetos pela cura do câncer infantil e juvenil, basta comprar o tíquete antecipado, que vale um Big Mac (R$16,00), na secretaria ou no Bazar da Casa Ronald. Todos os anos, o último sábado do mês de agosto é dia de transformar o Big Mac em sorrisos. O McDia Feliz, coordenado pelo Instituto Ronald McDonald, já arrecadou e investiu mais de R$ 200 milhões, desde 1998, em instituições e projetos que trabalham em prol da luta contra o câncer infantojuvenil.
Em 2015, a campanha do Rio de Janeiro arrecadou R$1.178.321,17 com a venda de 124.815 Big Mac vendidos, dentre vendas de balcão, no dia campanha e tíquetes antecipados. A meta desse ano é ultrapassar o resultado anterior, para aplicar em projetos futuros da Instituição.
Compre o seu tíquete e divulgue nas redes sociais com as hashtags #McDiaFeliz2016 e #CasaRonaldRJ para mostrar aos amigos que você apoia a causa do combate ao câncer infantojuvenil, sua postagem será compartilhada nas páginas da Casa Ronald McDonald-RJ: Facebook: facebook.com/CasaRonaldRJ / Twitter: @CasaRonaldRJ / Instagram: @casaronaldrj

Secretaria da Casa Ronald McDonald RJ
Endereço: Rua Pedro Guedes, nº29, Maracanã – próximo a Universidade Veiga de Almeida e a estação ao Metrô São Cristóvão
Horário de funcionamento: Das 9h às 18h

McDia Feliz

Todos os anos, no último sábado do mês de agosto, toda a renda arrecadada com a venda de Big Mac®(apenas o sanduíche ou a McOferta) é revertida a projetos de instituições que trabalham em benefício à adolescentes e crianças com câncer. A Casa Ronald McDonald-RJ é uma das entidades favorecidas pela campanha e já iniciou as vendas de tíquetes antecipados para o evento. Em 2015, a campanha do Rio de Janeiro arrecadou R$1.178.321,17 com a venda de 124.815 Big Mac® vendidos, dentre vendas de balcão no dia campanha e tíquetes antecipados. A meta deste ano é ultrapassar o resultado anterior, para aplicar a verba em projetos futuros da Instituição.

O tíquete antecipado representa 66% dos Big Mac vendidos.





22 Anos da Casa Ronald McDonald-RJ
Em 2016, a Casa Ronald McDonald-RJ completa 22 anos e já recebeu, desde a sua inauguração, 2.700 pequenos hóspedes. Pioneira na América Latina, a Casa é coordenada pelo Instituto Ronald McDonald, que tem como objetivo estabelecer os padrões internacionais de instalação e operação, que garantam um bom atendimento às crianças e adolescentes em tratamento de câncer, nos principais hospitais públicos da cidade. Além de esperança, a Instituição oferece, gratuitamente, às crianças e jovens que encontram-se em tratamento: hospedagem, alimentação, transporte aos hospitais, atividades recreativas, acompanhamento escolar, cursos profissionalizantes, apoio psicossocial e assistência social. Grande parte das atividades realizadas são feitas por voluntários, pessoas que doam seu tempo e carinho às crianças e suas famílias, para que sejam atendidos naquilo que possuem de mais precioso: a plenitude da vida. O McDonalds’s é a principal empresa apoiadora e nos garante, aproximadamente, 30% do custeio anual com a arrecadação do McDia Feliz.
Conheça a história da Casa Ronald McDonald-RJ pelo vídeo: Clique Aqui
http://www.casaronald.org.br/mcdiafeliz

 

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Arraiá da Juventude conquista o 2º Lugar do Circuito de Quadrilhas Juninas - SESC


E o 11º Arrasta-pé Carnaúba de 2016 chegou ao fim! Com direito a Vicente Nery e Taty Girl. E o melhor, com direito à 2ª Colocação no Circuito de Quadrilhas Juninas Sesc! Isso mesmo!
O Arraiá da Juventude, formado por quadrilheiros de Sombrio, Amanaiara e Riacho das Flores, conquistou o troféu de 2º Lugar na competição regional organizada pelo Sesc, atrás apenas da favoritíssima Flor do Mandacaru, de Cariré, que levou o título de campeã do Circuito, de melhor marcador, casamento, noivo, noiva e rainha.
O 3º Lugar ficou com a quadrilha Alegria Jovem, do Pacujá.
Parabéns a todos os quadrilheiros que participaram do festival. E um parabéns todo especial para nossos meninos e nossas meninas do Riacho (Larissa Mendes, Andreza Uchôa, Dion Lenno, Djavan Ferreira e Leandro Martins) que representaram tão bem sua comunidades e nossa cidade.











João Rodrigues
Fotos: Nenem Melo